Shar-Pei

Padrão Oficial

shar-pei

CBKC: nº309a de 20/4/94.

FCI nº 309 de 25/1/94.

País de origem: Hong Kong (raça chinesa).

Nome no país de origem: Shar Pei.

APARÊNCIA GERAL: forte e compacto. Shar Pei significa Pele de Areia. A pele deve ser flexível e áspera, enquanto a pelagem é curta e eriçada. Na sua infância, ostenta pesadas pregas por todo o corpo. No cão adulto, as pregas pronunciadas, ficam limitadas á cabeça e cernelha.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: o comprimento do tronco, do esterno à nádega, é, aproximadamente, igual à altura na cernelha; as fêmeas podem ter o tronco, sutilmente, mais longo. O comprimento do focinho é, aproximadamente, igual ao do crânio.

COMPORTAMENTO/TEMPERAMENTO: ativo e ágil. Calmo, independente leal e afeiçoado às pessoas.

CABEÇA
REGIÃO CRANIANA
• Crânio: é arredondado e largo na base, mas achatado e largo na frente.
• Stop: moderado.

PREGAS: as pregas da pele, na cabeça, devem ser profundas sem, entretanto cobrir os olhos. A descrição chinesa da forma da cabeça é “Who La Tau”, que significa, cabaça. Essas rugas fazem, na fronte, uma marca, que reporta ao Símbolo da Longevidade na China. Essa característica é essencial para a raça, porque, a Marca da Longevidade aparece apenas nas raças do tipo mastife.

REGIÃO FACIAL:
• Trufa: grande, larga, preferencialmente preta, sendo permitidas, as tonalidades mais claras, em cães de pelagens mais claras.
• Focinho: de comprimento moderado, largo na base, reduzindo, suavemente, para a trufa.
• Boca: língua e gengivas, preferencialmente, em preto-azulado. Somente aos exemplares de pelagem clara é permitida a língua rosa ou apresentando pontas rosa, por exemplo, fulvo ou creme claro. Maxilares fortes. O formato da boca vista de cima, também, é de céu da boca arqueado, conhecido como “Roof Title Mouth” ou, com maxilar amplo em forma de boca de sapo, conhecida como “Toad Mouth”. Ambos os tipos de boca destinam-se a conferir uma mordida firme.
• Dentes: mordedura em tesoura, perfeita, regular e completa, isto é, os dentes, da arcada superior, ultrapassam os da arcada inferior, bem próximo, sendo inseridos ortogonalmente aos maxilares.
• Olhos: tamanho médio, formato amendoado, o mais escuro possível. Olhos claros são indesejáveis. Tanto a visão, quanto o funcionamento das pálpebras, não podem sofrer interferência da pelagem ou das dobras da pele. Qualquer sinal de irritação do globo ocular, conjuntiva ou pálpebras é altamente indesejável.
• Orelhas: pequenas, finas, de formato triangular eqüilátero, com a ponta suavemente arredondada. As extremidades caídas, apontando para o crânio, na direção dos olhos. Inseridas afastadas e portadas próximo ao crânio; orelhas eretas são menos desejáveis, mas permitidas.

PESCOÇO: forte, musculado, com alguma barbela. A pele solta deve ser moderada.

TRONCO: pele em excesso no tronco em exemplares adultos, é indesejável.
• Cernelha: apresenta ligeira dobra de pele.
• Dorso: muito forte e reto.
• Peito: largo e profundo.
• Garupa: ilíaco forte.
• Cauda: existem diversos tipos. O mais comum é a enroscada e a duplamente enroscada, podendo fazer uma rosca grande ou pequena. A cauda deve ser firme e deitada sobre a garupa.

MEMBROS
ANTERIORES: ombros musculados, bem acoplados e inclinados. Anteriores de comprimento moderado, sutilmente mais longos que a profundidade do peito. Boa ossatura. Metacarpos suavemente inclinados, fortes e flexíveis.
POSTERIORES: fortes e musculados, moderadamente angulados e jarretes curtos.

PATAS: tamanho médio, compactas, dedos bem arqueados, bem almofadados.

PELAGEM
• Pêlo: curto, duro, eriçado e o mais reto possível. Sem subpêlos. O comprimento máximo é de 2,5 cm. Jamais tosado.
• Cor: unicolor, preto, preto azulado, preto com insinuações em marrom, ruivo e fulvo. Creme é aceitável, porém, menos desejável.

TALHE E PESO
• Altura na cernelha: 47,5 a 57,5 cm.
• Peso: 40 a 65 libras. Se um exemplar não estiver bem dentro dos parâmetros acima não deverá ser severamente penalizado. Deve-se compreender que o Shar Pei tradicional perdeu seu talhe por volta de 1949. Os camponeses preferem o tamanho maior que eles chamam de “High Head Big Horse”. O tamanho, entretanto, deve atingir os 23 cm na cernelha e as fêmeas levemente menores. Acima de 57,5 cm é indesejável por receio de mestiçagem.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade.
– Cabeça: mandíbula excessivamente pesada.
– Boca: muito grande, lábios muito caídos, que possam interferir na mordida, por ser utilizado no esporte da caça.
– Dentes: prognatismo ou retrognatismo.
– Olhos: entrópio, ectrópio.
– Orelhas: grandes, que pendam lateralmente, não apontando para os olhos.
– Tronco: selado ou arqueado.
– Cauda: caída.
– Patas: espalmadas.
– Pelagem: pêlos maiores que 2,5 cm.
– Cor: cores mescladas com marcação castanha, sarapintada. Tigrado é inaceitável; essa coloração indica mestiçagem.

NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Pedigree e Garantia de Filhotes

Pedigree e Garantia
Nossos filhotes possuem pedigree, e são vacinados e vermifugados de acordo com a idade.

Transporte de Filhotes

Transporte de Filhotes
Adquira um Filhote na MultiDog e tenha a certeza que ele chegará bem até você!

Formas de Pagamento de Filhotes

12 x no Cartão de crédito
Parcelamos os filhotes no cartão em até 12 vezes, com toda a segurança.