Basset Hound

Padrão Oficial

Basset Hound

Padrão FCI: n° 163 / 05 de março de 1998 / BR.;

Origem: Grã-Bretanha

Nome de Origem: Basset Hound

Utilização: Caça.

Classificação FCI:

– Grupo 06 – Sabujos e Cães de Pista de Sangue;

– Seção 1.3 – De Pequeno Porte;

– Sem prova de trabalho.

ASPECTO GERAL: um rastreador de pernas curtas, de considerável substância, bem balanceado e repleto de qualidades. É desejável que tenha certa quantidade de pele solta.

PROPORÇÕES: padrão não comenta

TALHE

• Altura na Cernelha

– Macho:

• Altura Máxima: 38 cm

• Altura Mínima: 33 cm

• Altura Ideal: padrão não comenta.

– Fêmea:

• Altura Máxima: 38 cm

• Altura Mínima: 33 cm

• Altura Ideal: padrão não comenta.

• Comprimento: padrão não comenta.

• Peso: padrão não comenta.

TEMPERAMENTO: cão obstinado, de linhagem de sabujos antiga que caçam pelo faro, com instinto de matilha, voz melodiosa e profunda, com grande resistência no trabalho de campo. Afetuoso e plácido, nunca agressivo ou tímido. Afetuoso.

PELE: Padrão não comenta

PELAGEM

• Pêlos: lisos, curtos e cerrados, sem serem muito finos. No aspecto geral, todo o contorno do cão é bem delineado, sem qualquer franja. Os pêlos longos e os pêlos macios, com franjas, são altamente indesejáveis.

COR

• tricolor (geralmente): preto e castanho, e branco;
• bicolor: branco-e-limão, mas, qualquer cor, reconhecida como sendo de sabujo, é aceitável.

CABEÇA: a linha superior do focinho é, quase, paralela à do crânio sem ser muito mais longa, do stop ao occipital. Pode apresentar moderada quantidade de rugas nas sobrancelhas e junto aos olhos. De qualquer modo, a pele da cabeça deve ser suficientemente solta para formar rugas bem definidas, quando levada à frente, ou quando a cabeça é abaixada.

REGIÃO CRANIANA

• Crânio: em cúpula, com occipital proeminente, de largura média nas arcadas superciliares e afilando suavemente para o focinho.

• Stop: moderado.

REGIÃO FACIAL

• Focinho: de aspecto seco sem ser arrebitado.

• Trufa: inteiramente preta, salvo nos sabujos de cor clara, nos quais, pode ser marrom ou fígado. As narinas são grandes e bem abertas, as quais podem ser projetadas um pouco além da linha anterior dos lábios.

• Lábios: beiçada superior recobre substancialmente os lábios inferiores.

• Bochecha: padrão não comenta

• Mordedura: maxilares fortes, com mordedura em tesoura, isto é, os incisivos superiores ultrapassam os inferiores em contato estreito e de inserção ortogonal aos maxilares.

• Olhos: de formato losângico, inseridos no plano da pele; de cor escura, podendo ser marrom médio, nos cães de pelagem clara. A expressão é calma e séria. A conjuntiva da pálpebra inferior fica à mostra, embora não excessivamente. Olhos claros ou amarelos são altamente indesejáveis.

• Orelhas: de inserção baixa, logo abaixo da linha dos olhos. Muito longas, o comprimento ultrapassa bastante a extremidade de um focinho de tamanho correto, mas sem exagero. Estreitas em toda sua extensão, bem enroladas para dentro; muito flexíveis, de textura fina e aveludada.

PESCOÇO: musculoso, bem arqueado, razoavelmente longo com barbela pronunciada, sem ser exagerada.

TRONCO

• Linha superior: padrão não comenta

• Cernelha: padrão não comenta

• Dorso: nivelado e mais para longo. da cernelha até a inserção das ancas, não deve ser excessivamente longa.

• Peito: visto de frente, o antepeito adapta-se, perfeitamente, à curvatura dos antebraços. O esterno é proeminente, porém o peito não deve ser estreito nem excessivamente profundo.

• Costelas: bem arredondadas, bem arqueadas, sem saliências, estendendo-se bem para trás.

• Ventre: padrão não comenta

• Lombo: pode arquear ligeiramente.

• Garupa: dando a impressão de quase esférica, quando vista por trás.

MEMBROS

Anteriores: membros curtos, poderosos, com ossatura robusta. A pele forma dobras nos metacarpos.

• Ombros: escápulas bem inclinadas, ombros não pesados.

• Braços: Padrão não comenta

• Cotovelos: trabalhando bem ajustados, rentes ao tórax e corretamente direcionados para frente.

• Antebraços: a parte superior é ligeiramente inclinada para dentro sem, entretanto, interferir na liberdade dos movimentos ou resultar em braços tocando-se, seja parado ou em movimento.

• Carpos: Padrão não comenta

• Metacarpos: cedidos é altamente indesejável.

• Patas: Massudas, com articulações robustas e bem almofadadas. As patas anteriores podem estar corretamente direcionadas para frente ou serem ligeiramente viradas para fora. De qualquer modo, o cão deve ficar firmemente apoiado em suas patas, com seu peso, igualmente, distribuído entre dígitos e almofadas, de tal maneira que as patas deixem uma pegada de um cão de grande porte, sem que qualquer, região desprovida de almofadas toque o solo.

• Posteriores: bem musculosos e bem evidenciados, dando a impressão de quase esféricos, quando vistos por trás. Podem aparecer rugas de pele entre os jarretes e as patas, assim como, pequenas bolsas, resultantes da pele bem solta, na parte posterior das articulações.

• Coxas: padrão não comenta

• Joelhos: bem angulados.

• Pernas: padrão não comenta

• Metatarsos: padrão não comenta

• Jarretes: bem curtos, ligeiramente angulados e corretamente direcionados para frente, quando em estação natural.

• Patas: massudas, com articulações robustas e bem almofadadas. O cão deve ficar firmemente apoiado em suas patas, com seu peso, igualmente, distribuído entre dígitos e almofadas, de tal maneira que as patas deixem uma pegada de um cão de grande porte, sem que qualquer, região desprovida de almofadas toque o solo.

CAUDA: bem inserida, preferencialmente longa, forte na base e afinando, com moderada quantidade de pêlos ásperos, na face ventral. Durante a movimentação, a cauda é portada bem para cima em curva suave,, tipo sabre, sem nunca enrolar ou cair sobre o dorso.

MOVIMENTAÇÃO: o mais importante. Ação fluente e fácil, com bom alcance nos anteriores e poderosa propulsão nos posteriores, com o cão se movimentando com precisão tanto na frente, como atrás. Os jarretes e joelhos não podem permanecer rígidos e dígito algum, raspar no chão durante o movimento.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deverá ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos sobre a saúde e o bem estar do cão.

FALTAS GRAVES: padrão não comenta.

FALTAS ELIMINATÓRIAS: as gerais.

Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou comportamental deve ser desqualificado.

NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Pedigree e Garantia de Filhotes

Pedigree e Garantia
Nossos filhotes possuem pedigree, e são vacinados e vermifugados de acordo com a idade.

Transporte de Filhotes

Transporte de Filhotes
Adquira um Filhote na MultiDog e tenha a certeza que ele chegará bem até você!

Formas de Pagamento de Filhotes

12 x no Cartão de crédito
Parcelamos os filhotes no cartão em até 12 vezes, com toda a segurança.